Última Atualização do site:  

22/03/2019 17:14:56

Webmail
ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
Visualizada 108 vezes
MENINGITES - SECRETARIA DE SAÚDE DE DE NOVA TEBAS
Sexta-feira, 08 de março de 2019
 
 
MENINGITES - SECRETARIA DE SAÚDE DE DE NOVA TEBAS

MENINGITES - SECRETARIA DE SAÙDE DE NOVA TEBAS

INFORMAÇÕES
A meningite é uma doença na qual ocorre inflamação das meninges (membranas que revestem o sistema nervoso), geralmente com boa evolução e causada por uma infecção viral (60% dos casos), bacteriana (30% dos casos), fúngicas e protozoários (10% dos casos), ou até mesmo por complicações de doenças como sarampo, tuberculose e pneumonias.
Sendo assim não há um único agente causador, por isso a importância de manter as vacinas em dia para estar imunizado direto ou indiretamente, bem como os cuidados com transmissão, que é através de pessoa a pessoa por gotículas. As vacinas podem prevenir de algumas formas de meningite.
VACINAS
No caso de meningite, especificamente, as vacinas que fazem parte do calendário oficial do PNI (Programa Nacional de Imunização) são a Meningo C, a Pneumo 10-Valente, a Haemophilus influenzae e a BCG, que imuniza contra formas graves de tuberculose com possibilidades de evoluírem para meningite. As demais vacinas: tibo B e ACWY não são disponíveis pelo SUS, somente em clinicas particulares de vacinação.
O PNI de forma geral disponibiliza as vacinas de acordo com estudos científicos dos agentes de maior circulação nas faixas etárias preconizadas, sendo atualmente o meningococo C dentre as bacterianas.
Lembrando que não estamos em surto para realizar bloqueios vacinais, nem em campanha de vacinação, Sendo assim até segunda ordem do Ministério da Saúde seguimos o calendário básico de vacinação contra o meningococo C com as seguintes faixas etárias indiscutivelmente:
1ª dose: 3 meses
2ª dose: 5 meses
1ª Reforço: 1 ano
2ª Reforço: de 11 a 14 anos para meninos e meninas


CUIDADOS IMPORTANTES
Além da vacinação, há vários cuidados básicos que podem prevenir a meningite e as demais doenças infectocontagiosas: Lavagem de mãos, ventilação dos ambientes, não-compartilhamento de objetos principalmente com casos suspeitos e manter hábitos saudáveis de alimentação para manter o sistema imunológico fortalecido, como a amamentação.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS
Em 2018 foram registrados no Paraná 1.601 casos dos mais variados tipos de meningite, com 108 mortes (dados preliminares). Neste ano, até agora são 143 casos com 13 mortes, Obs. dados incluindo todos os tipos de meningite. Em nova Tebas desde 2000 foram registrados 4 casos, sendo 2 descartados e 2 confirmados: 1 bacteriano não especificado e 1 viral não especificado.
Com a mídia esse tipo de condição se torna conhecida e pode causar comoção geral, porém a meningite não é uma doença reemergente, ela é comum.
SINAIS E SINTOMAS E TRATAMENTO
Os principais sintomas são dor de cabeça intensa, rigidez da nuca, febre, convulsão e vômito, podendo ter confusão mental, sonolência e fotossensibilidade. Nas crianças abaixo de um ano, observa-se choro persistente e inchaço na moleira. Em alguns casos, o paciente pode também apresentar manchas vermelhas na pele.
O tratamento é de suporte e sintomático de acordo com o diagnóstico viral ou bacteriano, não há tratamento especifico.

No caso de dúvidas ou identificação de algum sinal/sintoma procure atendimento médico

SINAN NET 2018

 
 
 Galeria de Fotos
MENINGITES - SECRETARIA DE SAÚDE DE DE NOVA TEBAS
 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta das 08:00 às 12:00, e 13:15 ás 17:00

Av Belo Horizonte, nº 695 - Centro

CEP: 85250-000 - Nova Tebas - Paraná

 (42) 3643-1109   prefeitura@novatebas.pr.gov.br